filmesp_mostra_cinema_coreano_cinemateca_em_chamas_formiga_eletrica

6° Mostra de Cinema Coreano na Cinemateca

A Cinemateca Brasileira e o Centro Cultural Coreano no Brasil apresentam a 6ª Mostra de cinema coreano.

 

A seleção de filmes da mostra de Cinema Coreano traz as telas o clássico Hanyo, a empregada (Hanyo), de Kim Ki-young, considerado um dos melhores filmes coreanos de todos os tempos. Ele será exibido em 35mm e em sessão ao ar livre.

 

A mostra de Cinema Coreano também conta com uma exposição de objetos do cinema coreano no salão da Sala Cinemateca BNDES até o da 02.06

 

Outro destaque da programação é o indicado a Palma de Ouro de 2018 “Em Chamas“, filme do diretor Chang-dong Lee baseado no conto “Queimar Celeiros” de Haruki Murakami e que conta com Steven Yeun no elenco. O filme fez parte da seleção da 42ª Mostra Internacional de Cinema e eu tive o prazer de escrever uma crítica sobre ele no Formiga Elétrica, confira lá!

 

6° Mostra de Cinema Coreano

Quando: 30.05 a 09.06
Quanto: Grátis com retirada de ingresso com 1h de antecedência
Onde: Cinemateca Brasileira
Site: 6° Mostra de Cinema Coreano

 

_Programação_6° Mostra de Cinema Coreano_

 

30.05 Quinta-feira
19h – Hanyo, a empregada

 

31.05 Sexta-feira
18h – Pôr do sol na minha terra natal
21h – A grande batalha

 

01.06 Sábado
15h – O trono
18h – Desenfreado
21h – Em chamas

 

02.06 Domingo
18h – Dongju: O retrato de um poeta
20h – Minha pequena floresta

 

06.06 Quinta-feira
18h – Dongju: O retrato de um poeta
21h – Pôr do sol na minha terra natal

 

07.06 Sexta-feira
18h – O trono
21h – Minha pequena floresta

 

08.06 Sábado
18h – A grande batalha
21h – Desenfreado

 

09.06 Domingo
18h – Hanyo, a empregada
20h – Em chamas

Sinopse

 

Hanyo, a empregada
Dir. Kim Ki-young, 1960, 109 min, 16 anos

Quando a esposa de um compositor fica grávida de seu terceiro filho, ele decide contratar uma empregada para ajudá-la no trabalho doméstico, apesar de estarem financeiramente sobrecarregados. Rapidamente, o casal enfrenta uma crise, pois a empregada da casa se torna mais do que eles esperavam.

 

Desenfreado
Dir. Jim Sung-hoon, 2018, 121 min, 14 anos

Lee Chung, príncipe de Joseon e maior artista marcial do mundo, é enviado ao Império Qing na China como refém político. Ao saber da morte de seu irmão, o príncipe herdeiro, Lee Chung retorna à Coreia para defender sua dinastia e lutar ao lado de sua tropa.

 

Dongju: O retrato de um poeta
Dir. Lee Joon-ik, 2016, 110 min, 12 anos

Durante a ocupação do Japão na Coreia, o jovem Dongju Yoon escreve poemas sobre a dura realidade de sua vida. À medida que as políticas do Japão se tornam mais sérias, ele é proibido escrever qualquer coisa em coreano. Sem esperanças, um professor japonês vê o talento de Dongju e sugere que ele publique seus poemas em inglês. Porém, antes que seu trabalho esteja concluído, Dong-ju é suspeito de atividades antijaponesas.

 

Em Chamas
Dir. Lee Chang-dong, 2018, 147 min, 16 anos

Durante o trabalho, o entregador Jongsu reencontra Haemi, uma antiga amiga de seu bairro. De viagem marcada para África, ela pede para ele cuidar do seu gato enquanto ela estiver fora. Na volta, Haemi apresenta Jongsu a Ben, um jovem enigmático que ela conheceu durante a viagem.

 

A Grande Batalha
Dir. Kim Kwang-shik, 2018, 136 min, 12 anos

Os oitenta e oito dias de batalha durante o cerco à Fortaleza Ansi pelos 500 mil invasores da dinastia Tang e sua defesa por Yang Man-chun e suas tropas de Goguryeo.

 

Minha Pequena Floresta
Dir. Yim Soon-rye, 2016, 103 min, Livre

Cansada de sua vida na metrópole, Hye-won decide voltar para sua cidade natal no interior. Com o passar das estações, ela encontra prazer numa vida simples.

 

Pôr do sol na minha terra natal
Dir. Lee Joon-ik, 2018, 123 min, 14 anos

Por seis anos consecutivos, o rapper Hak-soo participa de um programa de TV, mas nunca chega às finais. Depois de receber uma ligação avisando que seu pai está no hospital, ele volta para sua cidade natal. Lá, Hank-soo é confundido com um suspeito de um golpe e é proibido de sair da pequena cidade.

 

O Trono
Dir. Lee Joon-ik, 2015, 125 min, 12 anos

Na Coréia do Século XVIII, o antigo monarca Yeongjo enfrenta dificuldades quanto ao seu filho, Sado. O rei quer ensiná-lo a ser um governante perfeito, mas ele não absorve os ensinamentos do pai. Assim, Yeongjo se vê obrigado a tomar medidas extremas para lidar com seu herdeiro, e as situações se tornam incontroláveis.

 

 

Foto retirada do facebook da Cinemateca 

 


Cinemateca Brasileira
Largo Senador Raul Cardoso, 207 – Vila Clementino | CEP: 04021-070
tel. 11 3512.6111

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.